Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2016

CLOS APALTA, um vinho espetacular!!!

Imagem
Semana passada tive o privilégio de provar duas safras icônicas do Clos Apalta e pude constatar como esse grande vinho envelhece bem. Todas às vezes que provei o Clos Apalta a impressão foi sempre de consistência e altíssima qualidade, confirmando todas as expectativas criadas pelas expressivas pontuações conferidas pela crítica internacional. Sem nenhuma dúvida: o vinho é excelente! Quiça grandioso nas melhores safras e ganha muito com o envelhecimento em estrutura, equilíbrio e complexidade. Vamos as notas de prova dos vinhos degustados:
1) Billaud Simon - Mont de Milieu Vieille Vigne 1er Cru 1998 - AOC Chablis 1er Cru - França - 12,5% de álcool. O vinho já havia passado de seu ponto ótimo de consumo. 18 anos é muito para um 1er Cru! Com 8 ou 10 estaria melhor e mais fresco. Bem dourado na cor, com notas de champignon e aspargos. Também mel, amêndoas/nozes, abacaxi em calda, laranja seca. Em boca estava bastante agradável, com bom volume de boca e baixa acidez (bastantes resíduos de "…

CRUZAT E ANTONIO MAS

Imagem
Semana passada a enoteca Casagrande promoveu uma degustação com as bodegas Cruzat e Antonio Mas. O sommelier Raimundo Ferraris ficou a cargo da palestra e o jantar foi servido no Yume Sushi, um dos restaurantes mais bonitos de Dionísio Cerqueira. Ambos os projetos parecem bastante promissores, já que os enólogos referenciais possuem grande experiência enológica. Antonio Mas, por exemplo, até pouco tempo atrás, era o responsável pelos vinhos da Finca La Anita. E os espumantes da Cruzat estão a cargo de Pedro Rosell, antigo proprietário da Rosell Boher, provavelmente a bodega que produz os espumantes mais complexos da Argentina.
Vamos aos vinhos:
1) Antonio Mas Extra-Brut NV: espumante bem leve e agradável; simples. Para beber aos grandes goles. Não é importado para o Brasil.


2) Cruzat Rosé Extra-Brut NV, 12,5% v/v:
Blend de 90% de Pinot Noir e 10% de Chardonnay, com 24 meses sob as lías e 6 gramas de açúcar residual. Os vinhedos ficam em Tupungato e estão a 1400 metros de altitude. Bem …